Atualmente, em Mianmar, acontece o treinamento “Mulheres de Valor”, onde muitas cristãs são encorajadas a compartilhar o amor de Jesus com seus amigos e familiares. É um grande desafio, já que o país ocupa o 28º lugar na atual Lista Mundial da Perseguição e menos de 10% da população segue o cristianismo. A condição da igreja é bem complicada, já que a maioria dos cristãos é extremamente pobre, principalmente os que vivem em áreas rurais.

O governo, normalmente, é negligente com as questões de desenvolvimento social dos cidadãos. Discriminação, opressão e falta de oportunidades de emprego são outros obstáculos que os fieis enfrentam e a pressão sobre eles, em relação ao ano passado, aumentou bastante. Um dos fatores que mais desafiam a igreja nessa nação é o nacionalismo religioso e, em menor grau, a paranoia ditatorial e a violência islâmica.

A Portas Abertas está presente entre os cristãos birmaneses oferecendo discipulado, formação bíblica para pastores e líderes, além de colaborar com literatura cristã e apoio socioeconômico. A liderança do treinamento com as mulheres pede o apoio da igreja brasileira através de orações e intercessão.

Fonte: www.portasabertas.org.br